O roteiro tem todos os elementos adorados pelo público infantil: um animal de estimação que voa, uma mudança que faz a mocinha embarcar em uma aventura, lugares desconhecidos, um guardião protetor que se disfarça de avô, um grupo inseparável de amigos. Sem exageros, é assim que a menina Felipa vai contar as peripécias do percurso até Foguete, seu animal de estimação. Pelos olhos dos jovens diretores goianos Daniel Calil e Danilo Daher, ela é a protagonista do presente de Natal que a TV Anhanguera vai dar ao público neste ano.

Escrito por mãos goianas, interpretado por atores daqui, ambientado em vários pontos da cidade e cheio de referências regionais, o filme Felipa e o Foguete é a produção que vai ao ar como especial de final de ano da emissora goiana. Segundo a programação de rede, o público vai conhecer o universo lúdico criado por Daniel e Danilo, a partir das 14 horas do dia 23 de dezembro. “Será nosso presente para o público. Aquilo que é cultura e positivo para o engrandecimento do Estado não pode deixar de ter nosso apoio”, explica o vice-presidente de Negócios do Grupo Jaime Câmara, Ronaldo Ferrante.

Na história, Felipa é separada de Foguete, um cachorro de estimação que já faz parte da família. Assim que a menina se muda, descobre que no novo prédio não é permitida a circulação de animais e que, por decisão dos pais, Foguete passará a morar na casa de seu avô. A partir daí, a trama ganha ares de aventura e a garota, decidida a trazer o amigo de volta, atravessa a cidade para visitar o cãozinho.

A protagonista faz novos amigos e o grupo viaja entre o Setor Central, passando por locais emblemáticos como a Avenida Goiás e o Cine Ritz, até o Setor Vera Cruz, um dos mais conhecidos na periferia da capital. A cidade se transforma em personagem e recebe de um jeito solar o grupo formado por Felipa, Fred, Juninho e Guto - todos goianos e que estão sendo auxiliados pela preparadora de elenco Valéria Braga.

Ao longo da história, que está sendo produzida pela goiana Pira Filmes, Felipa vai precisar aprender a lidar com a nova vida, com sua relação com os adultos e com os novos amigos. No fim, uma personagem mais madura abraça, mesmo de longe, adultos e crianças que, às vésperas do Natal, estarão na frente da televisão.

O que Felipa não sabe é que antes mesmo das filmagens começarem, o que está previsto para o início de setembro, ela já está abraçando a produção audiovisual goiana, já que o telefilme fica disponível na Globo Play e pode ser transmitido no Canal Brasil, aumentando a visibilidade da produção regional.

A iniciativa da TV Anhanguera, em parceria com a Globo Filmes, tem sotaque e DNA goianos, mas conta com duas valiosas ajudas vindas de São Paulo. O consultor artístico das gravações é o cineasta Cacá Diegues, um dos fundadores do movimento Cinema Novo, e o avô de Felipa é vivido pelo ator Sérgio Mamberti, o querido tio Victor de Castelo Rá-Tim-Bum.