Dos quadrinhos aos desenhos animados e às telas de cinema, os super-heróis ganham cada vez mais força no mundo do entretenimento. Para além das telas, personagens como a nova queridinha do momento, a Mulher-Maravilha, podem ser encontrados em roupas, acessórios, brinquedos ou até “andando” pelos corredores de eventos voltados ao mundo dos quadrinhos, como o GO!HQ, que será realizado neste final de semana (dias 10 e 11), na Vila Cultural Cora Coralina.

O engenheiro da computação Artur Frazão, 23 anos, se envolveu com o universo dos quadrinhos ainda cedo, influenciado pela mãe fã da Mulher-Maravilha. Instigado por ela, o jovem começou a aprender sobre super-heróis que apareciam em seus livros de colorir e logo passou a conhecer e colecionar histórias e jogos. “Colecionar é um dos meus hobbies. Gosto de coisas físicas”, conta o rapaz.

Segundo Artur, ter uma coleção em que possa olhar e tirar da estante é fundamental. “Ir aos eventos é uma maneira de conseguir produtos mais baratos e conversar com pessoas que possuem os mesmos gostos”, diz. Conhecidas como comic cons, os eventos sobre o qual Artur fala são inteiramente relacionados ao universo geek. Desde os mais clássicos dos quadrinhos ao mais novo dos jogos, esses festivais reúnem em um único lugar desenhistas, dubladores, oficinas e campeonatos.

O tipo de festa ganhou força na década de 70, quando foi criada a convenção que originou o nome as demais, a Comic Con International, que ocorre todos os anos em San Diego, nos Estados Unidos. O evento ficou tão popular que há dois anos ganhou versão brasileira na cidade de São Paulo.

Segundo Thiago Passarinho, um dos organizadores do GO!HQ, diferente dos eventos de animação japonesa, as convenções de HQs (sigla de histórias em quadrinhos) têm abertura para um público mais variado. “A galera dos eventos de anime geralmente é mais nova. Nos eventos de quadrinhos a gente encontra de crianças a adultos acima de 50, que cresceram lendo as revistas. Faz parte da infância delas”, explica.

Nichos

Algo em comum entre a vertente japonesa e a americana dos eventos geek é o costume que seus integrantes, os cosplayers, têm de se fantasiarem como os personagens que lhes agradam. Mais do que apenas uma forma de diversão, a prática do cosplay é uma das atrações principais e mais aguardadas pelos visitantes.

A categoria é tão querida que ganha espaço com competições para escolher a melhor personagem do evento em questão. Os competidores são julgados por especialistas, passando por etapas estaduais, nacionais e internacionais. “Sempre gostei dos concursos porque eles nos dão a chance de interpretar personagens que gostamos, destacando nossas cenas e aspectos favoritos das histórias”, comenta a cosplayer Yuki Lefay, vencedora na etapa brasileira do Wolrd Cosplay Summit (WCS) de 2007, concurso de maior nome do ramo. (Maria Teresa Dorneles é estagiária do convênio do Grupo Jaime com a PUC-GO)

Não perca!

Evento: GO!HQ
Data: sábado (10) e domingo (11), sempre das 11 às 19 horas
Local: Vila Cultural Cora Coralina (Rua 3, Centro, ao lado do Teatro Goiânia)
Ingresso: R$ 25
Informações: thiagopassarinho@gohq.com.br e elsonsouto@gohq.com.br