Ignoradas, deturpadas e menosprezadas. É assim que as histórias dos povos negros costumam ser contadas em registros biográficos, obras de arte e até mesmo nos livros de história do Brasil, apagadas num país que ironicamente tem o maior número de pessoas negras fora do continente africano.Lançado agora pela Companhia das Letras, o livro Enciclopédia Negra reúne ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários