Durante a Bienal do Livro do Rio de Janeiro, no mês passado, perguntaram para a escritora Ana Maria Machado como ela pretendia disputar a atenção das crianças com as telas. “Não precisa desviar a atenção de nada. Toda criança gosta de história boa. É só começar a contar e o interesse está despertado”, respondeu. Segundo educadores e pedagogos, o mesmo vale para a art...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários