O prazer de abrir o ovo de chocolate no domingo de Páscoa e compartilhar com a família e amigos já é tradição. Nos últimos anos, o que tem tornado a prática mais deliciosa são os recheios, cada ano mais inusitados, variando dos doces tradicionais ao brigadeiro misturado com bolo, o sorvete e, pasme!, até pudim de leite.

A culinária gourmet é a responsável pelas inovações e a imaginação, o limite, segundo a doceira e nutricionista Andréa Machado. Ela mora em Goiânia há um ano e trouxe uma novidade: o ovo recheado com sorvete de baunilha. “Eu já fazia bolo de sorvete para vender. Sempre gostei. Então tive a ideia de colocar o sorvete dentro do ovo”, conta.

A nutricionista morava em Petrópolis (RJ) e estava acostumada com clima mais frio. Em Goiânia, ela teve que se adaptar à temperatura quente. “Não tenho cozinha climatizada, então optei por ovos pequenos”, explica. Com a produção tanto do sorvete como da casca de chocolate, a doceira fabrica a guloseima em 400 e 600 gramas. O valores variam entre R$ 40 e R$ 60.

Andréa ainda trabalha com recheios que acompanham o sorvete, entre eles creme de avelã, doce de leite, geleia de frutas vermelhas ou KitKat. A maioria dos recheios é produzida por ela, que prefere evitar industrializados. Mesmo o próprio sorvete é feito pela profissional, para ter o ponto certo com o chocolate.

Nova moda

Inspirada em um vídeo de redes sociais, a doceira Marta Rodrigues aposta no ovo de pudim de leite condensado. O recheio vem sendo apontado nesta Páscoa com uma das novidades em Goiânia. “Fazemos o pudim sem o ovo de galinha e substituímos por gelatina sem sabor, para dar consistência e adicionamos baunilha do Cerrado”, explica.

Os ovos com pudim são produzidos com tamanhos de 100, 350 e 500 gramas e os valores vão de R$ 50 a R$ 85. Ela explica que optou por produzir mais ovos de 100 gramas para vender um combo de três e assim dar maior variedade para os clientes. Marta diz ainda que a receita do ovo de pudim varia de doceiro para doceiro. “A gente busca se reinventar para surpreender.”

As irmãs doceiras Priscilla e Tainara Rodrigues optaram neste ano por dar destaque a um ovo com bolo red velvet, de frutas vermelhas. Elas já haviam introduzido a novidade ano passado, mas neste ano estão trabalhando a produção praticamente toda voltada à novidade. “Fizemos a casca de chocolate branco para não enjoar, já que o tom do recheio é mais cítrico”, diz Priscilla.

Sócia e chefe de criação do Atelier du Lui, Ana Flávia Medeiros escolheu, neste ano, investir em um ovo com bombom de morango, inspirado em um dos doces da loja. “A ideia surgiu de uma de nossas vendedoras, que observou que saía muito.” A produção leva doce de leite e pedaços de morango. Os tamanhos variam de 380 a 960 gramas, com valores de R$ 138 e R$ 225. (Guilherme Melo é estagiário do convêncio entre o GJC e a Faculdade Araguaia)