A recomendação dos especialistas e autoridades, por enquanto, segue a mesma: ainda não é momento para os reencontros. Em algumas famílias, as discordâncias de opiniões acabam em discussões e brigas na hora de tomar decisões em conjunto. “O grande problema hoje é que as pessoas não estão se escutando, nem mesmo dentro de casa. Obviamente as pessoas têm opiniões diferente...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários