Quando digo a palavra “pátria”, é como se um dropes de anis derretesse sobre um feixe de emoções, embora me venha a ressalva de que a palavra certa seria “mátria”, porque pátria vem de pai e mátria, de mãe. E, quando falo de pátria, refiro-me a carinho, acolhimento, regaço materno estendido ao espaço territorial, onde nascemos ou…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários