Estado degenerativo

"O teor das brutalidades é aprofundado e reiterado sempre uma nota acima”

Lá se vão alguns anos que o romance Desejo (tradução de Marcelo Rondinelli, editora Tordesilhas), da austríaca Elfriede Jelinek (1946), foi lançado no Brasil.…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários