Código de carinho

Muito esguia, postura ereta, caminhar seguro, cabelos encaracolados tingidos de vermelho, roupas largas com estampas coloridas, a mulher puxava o cachorrinho pela coleira. Ele seguia ao lado, esbanjando autoestima, saltitando sobre as patas finíssimas de…

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários