Bem antes da pandemia da Covid-19 ter colocado em suspenso quase todas as manifestações religiosas, folclóricas e culturais da Semana Santa, uma delas já vinha dando sinais de desgaste nas cidades goianas: a malhação ou a queima do Judas. Especialistas em folclore consultados pelo POPULAR explicam que os motivos vão desde o desinteresse das novas gerações até a mud...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários