Mulheres tratadas como propriedades do Estado fundamentalista de Gilead, cerimônias de estupro, descarte de mulheres inférteis em colônias de lixo tóxico, crianças separadas das mães biológicas. Tudo isso retorna com a estreia da quarta temporada de The Handmaid’s Tale. Baseada no livro lançado em 1985 pela escritora canadense Margaret Atwood, a distópica série de TV...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários