Matéria atualizada em 08/04/2020, às 16h42.

A história de uma suíça durante um intercâmbio em Goiânia. A incansável busca de uma menina pelo pai biológico. Um crítico recorte dos habitantes do setor Marista. Os acontecimentos de uma noite acompanhada por strippers e garotas de programa. Diversas narrativas celebram o fortalecimento do cinema goiano, com produções de gêneros distintos, como documentário, animação e ficção. 

Em tempos de afastamento social e quarentena por conta do novo coronavírus, a dica é ficar em casa e acompanhar diversos filmes de cineastas goianos. O POPULAR preparou uma lista de 10 curtas disponíveis na internet para assistir e se reconhecer em paisagens e histórias que falam, de alguma forma, de Goiás. Aperte o play e divirta-se. 

 

1. Julie, Agosto, Setembro

Ano: 2011

Direção: Jarleo Barbosa

Formato: curta-metragem

Gênero: Ficção

Duração: 8 minutos

Sinopse: Julie é uma suiça que acabou de se mudar para Goiânia. Pouco a pouco ela vai entendendo a cidade até, por fim, se transformar em uma parte dela. 


 

2. É uma Vez 

Ano: 2012

Direção: Ludielma Laurentino

Formato: curta-metragem

Gênero: Ficção/Animação 

Duração: 10 minutos

Sinopse: Alice, 8 anos, com pais em crise usa a televisão para ignorar essa situação. Ao ver Peter Pan ela sente o desejo de voar. Mas o que ela consegue é se tornar um desenho.


 

3. Uma Carta para Heitor

Ano: 2011

Direção: Larissa Fernandes

Formato: curta-metragem

Gênero: Ficção 

Duração: 15 minutos

Sinopse: Após a descoberta de uma caixa com o passado dos pais, Beatriz fica em dúvida e sai em busca de uma resposta.


 

4. Leblon Marista

Ano: 2016

Direção: Fabrício Cordeiro e Luciano Evangelista

Formato: curta-metragem

Gênero: Documentário

Duração: 10 minutos

Sinopse: Leblon é um bairro nobre da zona sul da cidade do Rio de Janeiro, no Brasil. Marista é um bairro nobre da cidade de Goiânia, no Brasil.


 

5. Dergo! 

Ano: 2014

Direção: Ricardo Alvez

Formato: curta-metragem

Gênero: Documentário

Duração: 10 minutos

Sinopse: Com imagens feitas pelo celular enquanto trabalhava no terminal do Dergo, em Goiânia, o cineasta Ricardo Alvez registra o cotidiano do espaço e das pessoas que passam por ali. 


 

6. Netuno

Ano: 2017

Direção: Daniel Nolasco

Formato: curta-metragem

Gênero: Ficcao

Duração: 18 minutos

Sinopse: Sandro deseja Maicon, mas seus olhares nunca se cruzaram.


 

7. Destimação

Ano: 2012

Direção: Ricardo de Podestá

Formato: curta-metragem

Gênero: Animação

Duração: 13 minutos

Sinopse: Um papagaio é seduzido pelas belas imagens de uma caixa de luz e atrapalha a convivência mórbida do recinto.


 

8. Meu Batom tem um Quarto

Ano: 2007

Direção: Aline Fratari

Formato: curta-metragem

Gênero: Documentário

Duração: 18 minutos

Sinopse: Strippers, garotas de programa. Mulheres! Uma observação humana sobre o cotidiano de um cinema diferente. Um cinema marginal que pode estar espalhado no centro de qualquer cidade brasileira. 


 

9. A Câmera de Joao

Ano: 2017

Direção: Tothi Cardoso

Formato: curta-metragem

Gênero: Ficcao 

Duração: 22 minutos

Sinopse: Uma faixa de luz passa por uma pequena perfuração e se faz imagem. João descobre que fotografias são heranças.


 

10. O que Aprendi com meu Pai

Ano: 2013

Direção: Getúlio Ribeiro

Formato: curta-metragem

Gênero: Ficcao 

Duração: 15 minutos

Sinopse: Um homem dirige por estrada enquanto narra alguns assassinatos que cometeu no passado.

 

11. Theo, além da liberdade

Ano: 2016

Direção: Julio Quinan

Formato: longa-metragem

Gênero: Ficção 

Sinopse: No fim dos anos 50, a órfã Theolina é entregue em adoção para uma família rica e poderosa de uma pequena cidade do interior. Lá, em meio aos abusos e violência, Theolina se apega a Maria, uma outra menina criada pela família, que sonha em fugir.