Entre diálogos inteligentes, situações farsescas, ritmo frenético e até alucinações estão o pai da psicanálise, Sigmund Freud, e o mestre do surrealismo, o artista plástico Salvador Dalí. O encontro dos dois é o tema do espetáculo Histeria, que ganhou adaptação no Brasil pelas mãos de Jô Soares e será apresentado hoje, às 20 horas, e amanhã, às 19 horas, no Teatro PUC. No elenco, estão os atores Pedro Paulo Rangel, Cassio Scapin, Erica Montanheiro e Milton Levy.

Escrita em 1993, a comédia teatral do dramaturgo britânico Terry Johnson teve direção de John Malkovich e a montagem foi aclamada por diversos países da Europa, com grande sucesso de público e crítica. Depois de assistir e se encantar com a montagem em Paris, Jô Soares traduziu o texto e dirige a versão brasileira da peça consagrada pelo mundo. O encontro entre Freud (1856-1939) e Salvador Dalí (1904 - 1989) ocorreu realmente em 1938.

Nesse ano, Salvador Dalí (papel de Cassio Scapin) visita o pai da psicanálise Sigmund Freud (personagem de Pedro Paulo Rangel), que estava à beira da morte, sofrendo de um câncer na boca. Freud havia escapado da Europa nazista e morava em Londres. Vivendo entre o delírio dos remédios e a vida real, Freud começa a questionar algumas certezas. Um médico judeu (Milton Levy) e uma garota misteriosa (Erica Monteiro) ajudam a alimentar esses devaneios.

Teatro: Espetáculo Histeria
Quando: Hoje, às 20 horas, e amanhã, às 19 horas
Local: Teatro PUC – Av. Fued José Sebba, Jardim Goiás
Duração: 105 minutos
Ingressos: R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia-entrada)
Classificação: 14 anos
Informações: 4141-2270