As maiores revoltas e injustiças sociais cometidas na história da humanidade servem de matéria-prima para o cinema de protesto do diretor haitiano Raoul Peck. O cineasta ganha, a partir de amanhã, uma retrospectiva de sua obra em Goiânia graças a uma parceria entre o Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro e Embaixada da França no Brasil. A mostra vai ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários