O cartunista e ilustrador Bruno Liberati morreu nesta sexta-feira, 26, aos 71 anos. A causa da morte ainda não foi divulgada, mas segundo relatos há a suspeita de Covid-19. Liberati foi colaborador assíduo do Jornal do Brasil, mas também passou por outras redações, como a do Estadão, Jornal da Tarde, Veja Rio e Movimento, um dos veículos da contracultura no ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários