No Brasil, embora não configurem exatamente um movimento, propostas de uma arquitetura e de um urbanismo feminista dão seus primeiros passos agora, também a partir de um olhar multidisciplinar, diz Paula Santoro, professora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, a FAU.As questões que essas propostas buscam responder são parecidas com aqu...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários