O humorista e apresentador Waldemar Neto, mais conhecido pelo público como 'Seu Waldemar', está curado da Covid-19. A informação foi divulgada no começo da noite desta sexta-feira (17), em comunicado divulgado pela família.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma corrente de muitas orações e positividade, é o que ele mais precisa nesse momento... #forçawaldemar

Uma publicação compartilhada por Seu Waldemar (@seuwaldemar) em

De acordo com a nota, o apresentador do programa 'No Balaio' respondeu bem ao tratamento e os exames de Sorologia IGG e IGM feitos depois do tratamento apresentaram diagnóstico como “não detectado”, ou seja, ele já se livrou do coronavírus. 

Apesar da boa notícia da cura, Waldemar segue internado em uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), aqui em Goiânia, para tratar de uma pneumonia.

A família informou que ele teve complicações por uma nova infecção bacteriológica. O quadro é considerado grave e com efeitos colaterais residuais. 

Waldemar segue sob respaldo da equipe médica com acompanhamento minucioso e muito cuidadoso. Após acordar da sedação, o humorista até pediu pamonha para a equipe médica.

A família, os amigos e o escritório agenciador do artista, agradecem o carinho e pedem para que todos permaneçam em oração com pensamentos positivos.

O humorista foi diagnosticado com coronavírus no dia 25 de março. 

A família ressalta que Waldemar tem 33 anos, sempre foi esportista, praticante de futevôlei e futebol, e não possui histórico atual de comorbidades. 

O humorista começou a sentir os primeiros sintomas no dia 18 de março e logo buscou auxílio médico. Ele seguiu em isolamento, mas foi levado para o hospital na noite da última segunda-feira (23). O primeiro diagnóstico foi de pneumonia.

Lavar as mãos de forma correta, uso de álcool em gel, máscaras, evitar contato pessoal e aglomerações de pessoas são algumas das orientações para evitar o contágio da doença.

Por fim, a família do humorista reforçou um pedido que vem sendo feito por todos os órgãos de saúde: fiquem em casa, e ressalta que o vírus não escolhe perfil, gênero ou idade para se manifestar de forma tão grave. 

Nós do O POPULAR estamos torcendo pela recuperação do 'Seu Waldemar’.