Numa entrevista, Joyce Carol Oates disse ter pensado em Marilyn Monroe como sua Moby Dick. Isso explica por que "Blonde", que se propõe a reinventar a vida da atriz e ícone pop, é um romance tão ambicioso e audacioso. Publicado originalmente em 2000, "Blonde" soma mais de 700 páginas divididas em dois volumes. No primeiro, que sai agora no Brasil com tradução da esc...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários