A produção e o consumo de lives no Brasil vêm caindo cada vez mais, como revelam dados do Google Trends. Embora a pandemia tenha inspirado pessoas no mundo inteiro a exibirem apresentações ao vivo nas redes sociais, o fenômeno está em queda no país e o interesse pela atividade está quatro vezes menor do que era em seu auge, em abril. Shows de música, peças de tea...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários