O maior empecilho à assistência adequada ao AVC é que nem todos os hospitais, em especial os localizados no interior, contam com neurologistas disponíveis para o atendimento especializado e rápido. Em Goiás, uma empresa de telemedicina criou um programa coordenado pelas neurologistas Andreya Cardoso e Aline Neto. A tecnologia permite que o paciente com suspeita de AVC se...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários