Condenado à prisão perpétua pelo assassinato do músico John Lennon, Mark Chapman, de 63 anos, teve um pedido de liberdade condicional negado pela 10ª vez nesta quinta-feira (23), relatou o Departamento de Correções e Supervisão Comunitária de Nova York. Chapman se dizia fã obcecado de Lennon e dos Beatles e foi sentenciado após atirar no cantor enquanto ele entrav...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários