Talvez ele não seja o mesmo menino sabido do qual falava a eterna ovelha negra, Rita Lee, em 1975. Talvez, em algum momento, tenha perdido o jeito contestador de querer mudar o mundo ou apenas a forma de se comunicar com a juventude. O fato é que o Dia Mundial do Rock, comemorado ontem, não tem o mesmo significado desde que parte do seu público descobriu que podi...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários