“Combati o bom combate. Encerrei a luta, e guardei a fé.” A frase do apóstolo Paulo identificava o e-mail do grande diretor de teatro, autor, ator, produtor cultural, psicólogo/psicanalista e artista plástico Marcos Fayad. Lutou como um bravo contra um câncer que aos poucos foi minando suas forças, mas não afetava a imaginação, sempre em ebulição. Enquanto se tratava e...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários