Na lista na porta do quarto da maternidade onde Sabrina Sato deu à luz, escrita como se fosse a própria Zoe, foi pedido que os visitantes usassem protetores de pés, máscaras, lavassem as mãos e os braços. Também foi dito que não poderiam usar perfumes e cigarros antes de irem ao quarto. Espirros e tosses também deviam ser evitados, além de não poderem tocar nas mãos nem bei...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários