“Como se te perdesse, assim te quero. Como se não te visse, assim te apreendo brusco. Inamovível, e te respiro inteiro. Um arco-íris de ar em águas profundas.” Os versos de Hilda Hilst caem feito luva na tríade amorosa de espetáculos que o dramaturgo uruguaio Hugo Rodas traz para o Centro Cultural UFG a partir desta sexta-feira, dentro da programação da 3ª edição d...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários