Os primeiros momentos de proximidade e os laços afetivos entre uma mãe e um filho já começam na gestação. Mas talvez seja durante a amamentação que essa ligação fica ainda mais intensa, já que se trata de um dos primeiros contatos físicos após o nascimento. Além do vínculo, o aleitamento materno proporciona diversos benefícios à saúde do bebê.

O leite materno é uma matriz composta por vários componentes, incluindo gordura, proteína, açúcares, vitaminas, minerais e água. “O que muitos não sabem é que o ácido glutâmico, responsável por conferir o gosto umami – um dos cinco gostos do paladar humano -, é a substância mais abundante presente no leite materno, com inúmeros benefícios para a saúde do bebê. Ou seja, o umami é um dos primeiros gostos que sentimos ao nascer”, explica Manuel Baldeon, médico e professor da Universidad UTE Facultad de Ciencias de la Salud Eugenio Espejon, do Centro de Investigación Biomédica, e consultor do Comitê Umami.

A composição do leite pode variar de acordo com a dieta da mãe e o tempo de lactação. “A mãe deve se preparar para a amamentação. Os cuidados com a saúde durante a gravidez e período de amamentação garantem que o leite materno tenha a composição adequada para o desenvolvimento do bebê”, ressalta Baldeon. O leite é a principal fonte de vitaminas A, B12, D, E, K e C, importantes para a nutrição durante o início da primeira infância, atuando no processo de evolução sociocognitiva do recém-nascido.

O especialista ainda afirma que o glutamato exerce uma importante função no funcionamento do sistema imunológico e saúde intestinal do bebê, principalmente nos primeiros dias de vida. “Os aminoácidos presentes no leite, provenientes da lactose (açúcar do leite) e do glutamato livre são os principais responsáveis por esse funcionamento”.

 A lactação também beneficia a saúde e bem-estar da mãe. Amamentar facilita a recuperação do metabolismo pré-gravidez, o que permite que a mãe recupere o peso que tinha antes da gestação”, alerta o médico equatoriano. O ideal é que se mantenha uma rotina de amamentação. “Se a mãe não puder alimentar o filho, recomenda-se bombear o leite com uma bomba manual ou elétrica. Após o nascimento, a melhor maneira de evitar a congestão mamária é amamentando seu bebê com frequência”.

Umami

É o quinto gosto básico do paladar humano, descoberto em 1908 pelo cientista japonês Kikunae Ikeda. Foi reconhecido cientificamente no ano 2000, quando pesquisadores da Universidade de Miami constataram a existência de receptores específicos para este gosto nas papilas gustativas. O aminoácido ácido glutâmico e os nucleotídeos inosinato e guanilato são as principais substâncias umami. As duas principais características do umami são o aumento da salivação e a continuidade do gosto por alguns minutos após a ingestão do alimento. Para saber mais, acesse www.portalumami.com.br e acompanhe também pelas redes sociais facebook e instagram.