Eles são coloridos, práticos e muito saborosos. Os bowls – ou buddha bowls, como também são conhecidos, invadiram os estabelecimentos gastronômicos nos últimos tempos e conquistaram diversos paladares.

Entretanto, para um bowl realmente saudável, vale ter alguns cuidados. De acordo com a nutricionista Lívia Nogueira, prestar atenção nas quantidades e nos ingredientes escolhidos é essencial se o objetivo for uma refeição equilibrada e adequada para as dietas de restrição calórica.

“Os bowls favorecem o controle das porções. O ideal para refeições salgadas é que tenha duas opções de gorduras boas (como abacate e castanhas), mix de folhas, legumes, uma proteína animal (frango ou salmão) e fibras (como linhaça psullium ou chia). Para os vegetarianos ou veganos, pode-se incluir ovos, cogumelos (como shitake e shimeji), proteína de arroz e ervilha”, indica a nutricionista, vinculada ao Oba Hortifruti.

Ela destaca que também é importante evitar molhos e temperos industrializados, ricos em sódio e gorduras. "Prefira molhos à base de limão ou iogurte natural”, ensina.  Já para os bowls doces, a recomendação é de duas porções de gorduras boas (como avocado, coco, leites vegetais e castanhas), uma opção de fruta (açaí, frutas vermelhas, pitaya, cupuaçu, morango, banana) e uma de fibras (como a chia ou aveia). Como proteína, pode-se usar o whey protein tradicional ou vegano.

“Os bowls permitem refeições rápidas e ao mesmo tempo apetitosas. Além disso, são extremamente nutritivos, fornecendo de uma vez só boas quantidades de fibras, minerais, vitaminas e antioxidantes”, opina Lívia. 

Ficou inspirado pela tendência? Então, confira abaixo as receitas propostas pela nutricionista. Aproveite para abusar da criatividade na hora de combinar seus alimentos favoritos e capriche na apresentação!