O visual manchado do tie-dye está de volta! A estampa, que vem dos anos 1970, inspirada nos looks hippies e surfistas, reaparece de uma forma mais sofisticada, em cores suaves, estamparia sútil e tecidos nobres. E, como era de se esperar, muitas celebridades e fashionistas já apostam na tendência. “Há um ano, a estampa voltou às passarelas europeias e no último semestre desembarcou com muita presença nas coleções brasileiras”, conta a personal stylist Lidi Santos.

Segundo a especialista, a estampa ganhou contornos contemporâneos. “Ela deve ser vista nos jeans, nas malharias em geral, nas sarjas, tecidos acetinados e nos tons tradicionais, dividindo espaço com as mais variadas paletas: neon e pastel, por exemplo”, antecipa.

Se a intenção é apostar na tendência, o estilo individual deve ser levado em consideração. “Na versão contemporânea, o tie-dye vem sendo aplicado a modelagens amplas, assimétricas e nada óbvias, que ganham uma nova interpretação ao ser trabalhada em uma ou no máximo duas cores, o que torna a peça com a estamparia ideal também para looks mais formais, tirando aquela obviedade de ser uma estampa para looks de fim de semana. Mas vale dizer que é uma estampa que pede equilíbrio, harmonia para ser usada.”

Dicas

Além das pessoas, o tie-dye também está presente em acessórios, o que pode facilitar o uso da estampa para os mais comedidos. “Para quem quer incluir a tendência nas produções do dia a dia, eu recomendo iniciar primeiramente utilizando acessórios como brincos, anéis, chapéus-de-sol com um lenço e bolsas. Também sugiro, de repente, uma nail art. São dicas ou truques que vão dar um up naquela produção mais básica, oferecendo a chance de a pessoa se sentir à vontade com a estampa”, finaliza Lidi.