Quando as reuniões de trabalho pedem um dress code mais formal, existem
as peças-curinga que facilitam as produções sem perder o conforto. “O blazer é aquela peça que transforma qualquer look. Pode ser um vestido, blusa de alcinha ou macacão: colocou um blazer por cima, o ar já fica mais social”, diz a empresária Michele Nobre, sócia de uma marca e loja de roupas especializada em moda executiva. “O que mais tenho visto sair nesse período de home office é o blazer, seguido da camisa branca social”, conta.

Para Michele, a camisa também é peça para se ter sempre no armário pela sua versatilidade. “Além do jeito tradicional, com os botões fechados, ela pode ser usada por cima de outras peça, como regata ou vestido. Com uma amarração e um colar, já se cria um outro look”, ensina. Mesmo que as ocasiões exijam a vestimenta formal, a vantagem de se estar em casa é que os shorts, os vestidos e os macaquinhos ganham mais espaço no dia a dia. “Na hora de entrar para a reunião, é só fazer a sobreposição com a terceira peça e pronto.”

Para ocasiões que não existem tanta formalidade, blusas com mangas mais curtas podem ser uma boa opção. “Tive algumas clientes que participaram de lives e elas optaram por blusas com detalhes nas mangas, que dão uma sofisticação”, conta. Se o número de peças é limitado, apostar nos acessórios pode dar outra cara para as composições. “Um colar diferente ou uma segunda peça estampada, como uma camisa de poás por cima de uma blusa social já fazem a diferença.”