Sempre atenta às novidades do mercado a paulista Insecta Shoes acaba de lançar uma coleção de sanálias feitas com o piñatex, tecido criado a partir do abacaxi. Conhecida no mercado por sua responsabilidade social e ambiental, a marca vegana é comandada pela designer espanhola Carmen Hijosa que após anos de pesquisas e investimento em tecnologia, garante que encontrou um produto tão resistente quanto o couro de animais.

Ela explica que para a produção do piñatex, se utiliza 480 folhas retiradas de, cerca de, 20 abacaxis. O volume dá origem a um metro quadrado de tecido, que "absorve bem as estampas e cores". Caso não sejam utilizadas para esse fim, geralmente, as folhas são descartadas e viram lixo. “O Piñatex é flexível e pode facilmente ser costurado”, comenta Barbara Mattivy, fundadora da Insecta Shoes.

A proprietária explica ainda que além de evitar a crueldade animal para a produção do couro, o tecido de abacaxi utiliza uma quantidade menor de água e produtos químicos na sua produção. Além disso, não necessita de fertilizantes extras e surge de uma matéria que seria descartada, "sem contar que é um produto vegano, biodegradável e pensando de forma circular", comenta Barbara.

Assim como na nova coleção, todos os outros modelos da marca são feitos com borracha reaproveitada e o restante dos materiais usados são excedentes da indústria. Além disso, a grife trabalha com a reutilização de roupas vintages, garimpadas em diversos locais, e tecido ecológico criado à base de garrafa Pet reciclada.