Lidar com o guarda-roupa de uma maneira mais afetiva e consciente tem se tornado quase uma regra entre quem entende do assunto. Transformar ao invés de deixar no fundo do armário e repensar o uso em diferentes combinações, por exemplo, já se transformou num hábito. O resultado são produções surpreendentes e cheias de estilo - tanto no que diz respeito a tecidos e modelagens quanto em relação a cores, texturas e comprimentos. A moda, que já invadiu o closet de influenciadoras digitais, pode ajudar quem deixou a preparação do look de final de ano para a última hora. 

É que segundo o consultor de moda, Fábio Potje, o exercício de olhar com carinho, e criatividade, para cada peça vale inclusive na hora de montar as produções que darão o tom a celebrações especiais. A dica do especialista é dar uma boa olhada no armário antes de sair por aí comprando itens que, muitas vezes, serão usados apenas uma vez.  "Existem modelos e tecidos que quando combinados se tornam atemporais e extremamente elegantes", comenta. É o caso, por exemplo, do couro, da transparências e da seda. 

Segundo ele, quem faz questão de manter a tradição e começar o ano com um look novo também pode abraçar a ideia e investir em peças que serão usadas nos outros 364 dias. "O segredo para montar uma produção versátil é saber selecionar optando por itens que conversem com seu estilo e combinem com seu atual guarda-roupa”, ensina.

Três peças encabeçam a lista de apostas do consultor: a estampa poá, a calça pantacourt e o short. "Nos três casos, dependendo das combinações, é possível criarmos produções despojadas, elegantes e até bem clássicas", opina. Enquanto o poá é uma opção mais sóbria, a  pantacourt compõe um visual leve e que pode ser usado com scarpins, rasteirinhas, plataformas, mules e tênis.  O short, porém, é o mais versátil de todos, podendo aparecer em diversos comprimentos. "Apesar de ser uma combinação improvável, geralmente cria looks fashions e confortáveis. Ele pode ser jeans, de linho e até de seda", ensina.