Há cerca de dois anos, a Aerie, marca de roupas íntimas da American Eagle, uma das principais concorrentes da Victoria's Secret, decidiu não mais usar Photoshop nas fotos usadas para a divulgação das peças. Além disso, eles também passaram a incluir uma diversidade maior de corpos nos anúncios. O objetivo da grife era se aproximar da realidade. 

Em seus ensaios fotográficos, a Aerie convidou modelos com diferentes tipos de corpo (incluindo Iskra Lawrence, o rosto da marca), blogueiras, fãs das redes sociais e as próprias estilistas para posarem de roupas íntimas. E qual foi o resultado disso? As vendas subiram 20%. Afinal, a proximidade entre as clientes e as campanhas publicitárias não renderia outra coisa a não ser sucesso. 

Confira um vídeo gravado durante a campanha: