O Facebook é um imenso sucesso no Brasil. A rede social soma aproximadamente 127 milhões de usuários ativos mensais no País. Esse interesse do brasileiro pelas redes sociais se estende também para o Instagram, LinkedIn, Twitter e Snapchat, redes que estimulam ativamente a interação e a criação de conteúdo. E apesar da sensação de exposição limitada dos conteúdos a quantidade de amigos e seguidores, essas redes possuem um alcance muito maior, chegando até mesmo nas empresas recrutadoras.

Segundo a professora Kettyplyn Kamila Sanches Franco, docente do curso de Administração e Recursos Humanos do Centro Universitário do Distrito Federal (UDF), essas empresas avaliam a postura e o teor das publicações e levam isso em consideração na decisão de contratar ou não um candidato.  

"Algumas dicas de comportamento auxiliam profissionais que desejam construir uma boa reputação na internet ou, ainda, aqueles que desejam uma colocação no mercado de trabalho e podem contar com a ajuda da internet", garante. A especialista lista algumas orientações. 

1 – Tenha cuidado com suas postagens  

Ainda que suas publicações sejam em defesa ou contra causas que considera justas, seja ponderado. Utilize argumentos, ortografia correta, tenha cuidado com gírias e não dissemine fake news. Faça com que as pessoas tenham vontade de ler seu conteúdo. Faça das suas redes um local para um diálogo inteligente.  

2 – Torne-se referência em um assunto  

Não é preciso ter todo o conhecimento de um assunto para se tornar referência sobre ele. Se uma pessoa gosta de esportes, ela pode falar e destacar o tema em suas redes sociais, por exemplo. Compartilhe bons conteúdos, pesquise e tente expor o melhor da área que mais se identifica, tem habilidade e conhecimento.  

3 – Ampliação da rede  

Para quem deseja utilizar a internet como ferramenta profissional é importante estar de olho nas conexões e ampliação da sua rede. Fazer networking por meio das redes é uma ótima forma de ser notado pelo mercado, além de atrair parceiros e pessoas que pensam semelhante.  

4– Perfil profissional   

Recrutadores usam as redes sociais ativamente e buscam pelos perfis dos candidatos. Se deseja ter um perfil mais restrito e somente pessoal para ter mais liberdade com as publicações, crie também um perfil público e aberto, assim você pode utilizá-lo como plataforma de potencialização dos seus objetivos profissionais. O LinkedIn é considerado uma das ferramentas mais importantes de currículo online e conexões profissionais. Cerca de 80% das empresas no Brasil buscam nesta rede profissionais para cargos de estagiário, trainee e gerentes de primeira gestão, além de verificas as recomendações e as publicações. Explore ao máximo essas ferramentas.