Passar por exames periodicamente é uma maneira de identificar possíveis doenças de modo precoce, o que facilita o tratamento quando necessário. De acordo com o médico Flavio Neves, o ideal é que todo mundo faça um check-up ao menos uma vez por ano. Abaixo, o profissional aponta cinco exames essenciais para manter a saúde sempre em dia. Anote.

Hemograma completo

O hemograma completo é um exame de sangue que avalia a saúde de maneira geral. Através dele é possível identificar a presença de anemia, infecções e até mesmo leucemias. "É um exame tão eficiente que também pode ajudar a diagnosticar doenças como asma e alergias. Por isso é de extrema importância realizá-lo sempre que solicitado pelo médico", afirma. Com o hemograma completo é possível analisar os três principais grupos de células presentes no sangue: hemácias, leucócitos e plaquetas. A primeira são os glóbulos vermelhos, responsáveis pelo transporte do oxigênio pelo organismo. Já a segunda são os glóbulos brancos, que cuidam do sistema de defesa do corpo e auxiliam no combate a infecções. E, por último, as plaquetas, células produzidas na medula óssea que junto com proteínas ficam incumbidas de realizar a coagulação do sangue. O hemograma, além de fazer parte do checkup de rotina, pode ser solicitado pelo médico em várias situações: quando o paciente apresenta sintomas como cansaço, fraqueza, manchas vermelhas na pele, sangramento na boca, nariz, gengiva, entre outras.

Colesterol e glicemia

Os exames de colesterol e glicemia também fazem parte do check-up e avaliam a concentração de gorduras e açúcares na circulação sanguínea. “São exames que pedimos anualmente, principalmente depois dos 30 anos. Com eles, é possível medir os níveis de colesterol e triglicérides, além de verificar a propensão do paciente a diabetes", explica Flavio Neves.

Exame de urina

O resultado do exame de urina fornece importantes informações sobre o estado fisiológico do organismo, além de detectar a presença e evolução de doenças sistêmicas como a diabetes e analisar o estado funcional dos rins. Existem três tipos de exames de urina: o tipo I, que detecta a presença de fungos, bactérias e cristais que podem indicar infecções urinárias; a urinocultura, responsável por detectar a presença de bactérias e germes que, por sua vez, podem indicar uma infecção ativa; e a urina de 24 horas, que estuda alterações na urina durante as 24 horas. Este exame aponta problemas de filtração dos rins, pré-eclâmpsia em mulheres grávidas e a perda de proteínas. Normalmente, em exames de rotina são solicitados apenas os dois primeiros.

Papanicolau e mamografia

O papanicolau e a mamografia fazem parte da bateria de exames do check-up feminino e ajudam a detectar doenças como câncer de mama e alterações no colo do útero. "O papanicolau deve ser feito uma vez ao ano, após a mulher iniciar sua vida sexual. O exame ajuda a identificar doenças como tricomoníase, candidíase, infecções vaginais e faz a triagem para tumores no colo do útero. O preventivo é muito importante para a saúde da mulher. A detecção precoce de tumores faz toda a diferença no tratamento do câncer de colo uterino com aumento significativo de chances de cura", conta o médico, acrescentando que a mamografia também deve ser realizada anualmente, porém, apenas em mulheres acima de 40 anos. “Não é recomendado fazer o exame antes dos 25 anos, pois nessa faixa etária a mama é mais densa, o que torna mais difícil visualizar pequenas alterações na mamografia”.

PSA

O Antígeno Prostático Específico, mas conhecido como PSA, é um exame que não pode ficar de fora do check-up masculino. O PSA é avaliado por meio de um exame de sangue e ajuda a diagnosticar alterações como prostatite, hipertofia benigna ou câncer de próstata.