Apesar de ser o desejo de muitas pessoas, nem sempre é possível seguir uma dieta cem por cento balanceada. Isso leva à falta de ingestão adequada de nutrientes importantes para o funcionamento do organismo, como as fibras, por exemplo. Sempre ouvimos que é necessário ter um bom consumo desse tipo de alimento no dia a dia. Isso porque as fibras são um desses nutrientes fundamentais para diversas funções: ela mantém a saúde intestinal e promove mais saciedade, pois é mais difícil de ser digerida.

Mas você sabe quais são os reais benefícios? Segundo a nutricionista Carolina Pimentel, Ph.D. em Ciências da Nutrição e membro do conselho consultivo da Herbalife Nutrition, antes de tudo é preciso entender que as fibras não são digeridas e absorvidas pelo organismo. Portanto, elas não são fontes de energia (calorias). “As fibras são divididas entre solúveis, como a inulina e betaglucana, e insolúveis. As solúveis, em contato com a água, tendem a formar géis, aumentando a viscosidade do conteúdo no estômago e proporcionando maior volume e lubrificação das fezes. Já as insolúveis, como a celulose, contribuem para o aumento da frequência dos movimentos intestinais. A combinação dos dois tipos auxilia na saúde do intestino e evita constipação, problema frequentemente relatado nos dias de hoje”, explica. 

Ainda conforme Carolina, entre as principais fontes de fibras estão as frutas, verduras, legumes e cereais integrais. “A recomendação de consumo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, é de 25 gramas ao dia. Incluindo essa quantidade em sua alimentação, você pode ter um maior controle de peso, garantir um bom funcionamento do intestino, reduzir o colesterol e manter níveis saudáveis de glicemia”, afirma a especialista.

Por outro lado, exagerar no consumo também não é algo saudável, pois pode levar ao aumento da formação de gases no intestino, seguido de distensão e dor, além de poder reduzir a absorção de vitaminas e minerais. “É válido ressaltar que as fibras ajudam a melhorar o funcionamento do intestino em conjunto com uma alimentação saudável e a prática regular de atividade física. E é sempre importante lembrar que para obter os benefícios das fibras, é preciso o consumo de bastante água”, finaliza a nutricionista.