Lesões ortopédicas são comuns em esportes de impacto, como corrida, balé, tênis, futebol, entre outros. Mas, de acordo com a ortopedista e traumatologista Ana Paula Simões, os entusiastas do desporto podem diminuir o risco tomando algumas precauções:
 
Aquecimento

Alongue-se levemente ou, ainda melhor, faça uma corrida lenta durante dois a três minutos para aquecer os músculos. Não force muito com movimentos agudos ou de pulos.

Condicionamento

A quantidade de tempo gasto na atividade, assim como a intensidade, devem ser aumentadas gradualmente ao longo das semanas para que a força muscular e a mobilidade sejam construídas adequadamente. Uma dica para isso é alternar os treinamentos.

Escolha o calçado adequado

Pessoas com baixos arcos (pé plano) devem escolher sapatos que forneçam esse suporte na frente, sob o arco do calçado e o calcanhar precisa ser muito estável. Já aqueles com um pé mais rígido ou com arcos elevados, devem escolher sapatos com mais amortecimento e uma plataforma suave. Sempre que possível, opte por modelos apropriados para a prática esportiva e, em casos específicos, é recomendada a confecção de palmilhas sob medida.

Substituição

Quem corre regularmente deve substituir os tênis a cada seis meses, em média, dependendo do uso e quilometragem.
 
Evite superfícies irregulares

Tenha cuidado em terrenos com pedras ou morros com cascalho solto. Buracos, tocos de árvores e raízes também são obstáculos perigosos se você estiver correndo em trilhas. A estrada de terra é mais suave do que o asfalto, que é mais suave do que a de concreto. Sempre que possível, escolha uma boa superfície.

Lesões recorrentes

Atletas que sofreram lesões recorrentes no tornozelo, por exemplo, podem se beneficiar com o uso de órteses ou fita (tape) para evitá-las.
 
Fique atento ao seu corpo

Se sentir dor no tornozelo ou no pé durante um esporte, pare ou modifique o exercício até que o incômodo desapareça. Mas se você já estiver lesionado, provavelmente terá que fazer reabilitação e treinamento antes de voltar à atividade. Isso evitará recidivas.