As mulheres estão com tudo em vários setores da vida e na hora da paquera não poderia ser diferente. Segundo um levantamento feito pelo happn, aplicativo de relacionamento, 40% da base de usuários desse serviço são mulheres e, em média, três de cada dez conversas são iniciadas por elas no Brasil.

Ainda conforme a pesquisa, as mulheres de 35 a 44 anos são as que mais dão e recebem "Crush", seguidas pela faixa etária de 25 a 34 anos e 18 a 25 anos, respectivamente. E apesar da principal faixa etária do app de relacionamento ser entre 25 e 34 anos, o ano de 2018 foi responsável por um crescimento de 14% de pessoas com 45 ano ou mais ingressando no aplicativo.

“No happn criamos um ambiente igualitário: ambos os gêneros podem interagir de maneira igual, com respeito mútuo. Nesse sentido, as mulheres costumam se sentir mais confortáveis e seguras para tomar a iniciativa e flertar e isso pode ser muito empoderador. O Brasil é um dos países com a maior presença de usuárias do sexo feminino em nosso aplicativo”, destaca Didier Rappaport, fundador do happn.