Dizem que o cachorro (e alguns outros animais) é o melhor amigo do homem. Essa afirmação já pode ser constatada em muitas situações, principalmente pela devoção dos bichinhos a aqueles que lhe dedicam cuidados. Alguns desses animais chegam até mesmo a salvar a vida do seu dono. Foi o que acontece na cidade de Altai, na Rússia. 

De acordo com o jornal russo Siberian Times, um menino de dois anos foi abandonado sozinho em casa pela própria mãe. Durante o tempo no qual a criança, de identidade não revelada, foi abandonada, os termômetros chegaram a marcar -21 °C. O bebê só sobreviveu por causa do cachorro de estimação da família, que o manteve aquecido por dois dias até vizinhos encontrarem a criança. 

Oficiais chamados para cuidar do caso afirmam que o menino só continuou vivo por causa dos instintos do animal. Ainda conforme as informações do Siberian Times, a criança foi encontrada utilizando apenas roupas leves e com um quadro grave de hipotermia. Ele precisou passar mais de um mês internado em um hospital russo e não corre mais risco de morte. 

A mãe da criança voltou a casa quatro dias depois que os vizinhos encontraram a criança. A mulher perdeu todos os direitos da custódia do menino e pode ser presa por abandono e crueldade.