O empresário Paulo César Rosa Gaede, de 49 anos, e a esposa, Eliani Rita do Nascimento Gaede, gostam de colocar a mão na massa. “Nós mesmos que fazemos tudo aqui em casa, de limpar a organizar”, comenta. A manutenção do quintal, no entanto, é quase toda obra dele. “Ela e minha filha, Rafaela Nascimento Gaede, gostam mais de contemplar. Eu, de mexer”, brinca.

O espaço que hoje conta com pergolado, ofurô, grama verdinha, palmeiras imperiais e diversas plantas é o xodó da casa e foi sendo construído aos poucos. “Devagarzinho fomos fazendo. É um cantinho bem especial, que acomoda poucas pessoas. Gostamos muito de receber visitas, mas somos mais intimistas”, explica. A cereja do bolo foi o ofurô, finalizado no fim do ano passado. “Entro depois do trabalho, coloco um filme e fico umas 3 horas ali”, revela. Aos fins de semana, Eliani acompanha o marido e o momento de relaxamento vira programa a dois.