O projeto "Concertos em Goiânia" apresenta nova série a partir desta semana, com os “Concertos de Câmara em Goiânia”. No projeto, serão realizadas três apresentações, na tradicional formação de piano trio (violino, violoncelo e piano), com músicos de renome internacional. São eles: Netanel Draiblate (violino), David Gardner (violoncelo) e Ana Flávia Frazão (piano). A estreia será no dia 28 de junho, às 20h30, no Auditório do Sesc Cidadania, com entrada franca.

O violinista Netanel Draiblate tem atuado em importantes orquestras e possui movimentada carreira como solista e com música de câmara. Assim como ele, o violoncelista inglês David Gardner apresenta-se com frequência em salas e festivais pelo mundo, bem como a premiada pianista goiana Ana Flávia Frazão, que é sucesso de público e crítica.

Juntos, eles apresentarão obras de Henrique Oswald (1852-1931), Dmitri Shostakovich (1906-1975), Astor Piazzolla (1921-1992) e do goiano Paulo Guicheney. Além da entrada gratuita ao público, os "Concertos de Câmara em Goiânia" também levarão alunos de escolas municipais para participarem dos eventos. O trabalho de divulgar a música clássica inclui palestras explicativas, que ocorrerão antes de cada apresentação.

O projeto possui apoio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Goiânia. Outra apresentação acontece no dia 29 de junho, às 16h, no miniauditório da Escola de Música e Artes Cênicas da Universidade Federal de Goiás (EMAC/UFG). A última será no dia 2 de julho, às 11h, no Centro Cultural UFG.  

Ouviremos uma das obras que será apresentada nos concertos: o TRIO n. 2 do compositor russo Dmitri Shostakovich (1906-1975). No vídeo, o violinista Gidon Kremer (1947) se apresenta com o violoncelista Mischa Maisky (1948) e com a pianista Martha Argerich (1941). O trio n. 2 de Shostakovich, que foi dedicado a Ivan, amigo do compositor, estreou em Leningrado, em 14 de novembro de 1944. A peça é composta por quatro movimentos. 

O primeiro movimento curiosamente é um andante altamente dissonante. Começa com uma passagem incrivelmente difícil para o violoncelo. O restante do movimento começa com o material canônico e se desenvolve em uma forma de sonata, exigindo alto preparo técnica dos três instrumentistas. O segundo movimento, allegro con brio, soa como uma dança frenética que nunca encontra um lugar de repouso. O terceiro movimento, largo, contra um fundo repetido de acordes de piano, o violino e o violoncelo trocam linhas melódicas escuras, lentas e sombrias. O quarto e último movimento, allegretto, inicia-se com notas repetidas de staccato, denominada "Dança da Morte", que introduz uma melodia de estilo judaico e revisita o conteúdo temático dos três movimentos anteriores.
  
Serviço:

Concertos em Goiânia – Concertos de Câmara em Goiânia
Netanel Draiblate (violino), David Gardner (violoncelo) e Ana Flávia Frazão (piano)

Dia 28 de junho (quarta-feira)
Auditório do Sesc Cidadania (Av. C-197 c/ Av. C-198, Jardim América, Goiânia)
Horário: 20h30
Entrada Franca

Dia 29 de junho (quinta-feira)
Mini - Auditório EMAC/UFG
Horário: 16h
 
Dia 2 de julho (domingo)
Centro Cultural UFG
Horário: 11h
Site: www.concertosemgoiania.com
Facebook e Instagram: @concertosemgoiania

*Gyovana Carneiro é professora da Escola de Música e Artes Cênicas da UFG, doutora em Ciências Musicais pela Universidade Nova de Lisboa – Portugal. Promove séries de Concertos em Goiânia.

Os comentários publicados aqui não representam a opinião da plataforma e são de total responsabilidade de seus autores.