As cores podem ser o principal elemento de uma decoração. Ter como inspiração uma combinação de cores específica pode ser um caminho muito estimulante para criar atmosferas singulares, que fazem sonhar e que sejam a expressão pessoal de quem habita um lar. Criar um mood é forma muito eficaz de criar uma composição de cores para decorar um ambiente. Determinar aquele que será o mood de um espaço ajuda, também, a colher novas tendências, aprender a misturar as cores, compor os tecidos, escolher lâmpadas, tapetes e acessórios.
 
Mas o que é mood? Bem, o mood é uma palavra em inglês que significa humor e pode ter muitos desdobramentos do mundo da decoração. Fundamentalmente em design de interiores, o mood é uma composição de cores, objetos e materiais, que serão o tema de decoração de um determinado ambiente. 

E eu sempre digo que não devemos temer as cores. Através delas é possível transmitir emoção, calor, vivacidade, tranquilidade e uma infinidade de sensações, que podem ser a tônica de um projeto. Esta semana me diverti ao criar diferentes moodboards, tendo as cores como principal fio condutor. Escolhi a sala para compor algumas combinações cromáticas, desde a mais suave até mais contrastante. Por meio do exercício, busquei transmitir inspirações para dar vida e valorizar esse ambiente da casa. 

* Lenise Alves de Castro é goianiense/vilaboense, vive na Itália, é designer de interiores e trabalha em um estúdio de arquitetura em Milão. Ama design, história da arte, móveis, linhas curvas, artesanato, rios, azul, vinhos italianos e empadinhas de Goiás.

Os comentários publicados aqui não representam a opinião da plataforma e são de total responsabilidade de seus autores.