Estamos chegando ao findar de mais um ano. É hora de fazer planos para as festas da virada e já mentalizar boas energias para que o próximo ano seja muito melhor do que o que se encerra. Temos a impressão de que o ano passou muito rápido e, dentre tantos planos, às vezes parece que deixamos passar batido o retorno ao dentista. E justamente agora, quando precisamos de sorrisos iluminados para as fotos em família e amigos? 

Olha, ainda está em tempo de se dar este presente de Natal! É só se perguntar quais são as suas prioridades. Se a sua motivação for um belo sorriso, é preciso agilizar e marcar logo a sua consulta com o dentista. Dá tempo! Para quem apenas precisa de uma prevenção, ou seja, a profilaxia (limpeza) dental, o tempo é mais do que suficiente. Mas para quem quer mudar o sorriso, clarear os dentes, mostrar menos as gengivas ou restaurar algum dente, enfim, ficar muito mais bonita, é preciso correr contra o relógio.

O método de clareamento dental, por exemplo, mudou muito. Hoje, podemos oferecer dentes mais brancos, sem sensibilidade, por meio de tratamento em consultório, com apenas seis sessões de uma hora, em cada consulta clínica. Já questões de problemas das gengivas muito aparentes, dos lábios caídos ou muito levantados, das dores na articulação da mandíbula, do ranger constante de dentes, do apertamento dental, do não selamento dos lábios e outros relacionados aos músculos da face podem ser resolvidas com o uso da toxina botulínica. Isso em apenas duas consultas: uma de avaliação e a outra de aplicação. 

Botox na odontologia? Sim! Resultados que podem te levar a exercer apenas as funções ideais da musculatura, livrando você das dores faciais e te deixando ainda mais bonita. Você se lembra qual a expressão da dor? Não é bonita, além de ser muito triste!

Para quem quer mudar o formato dental é preciso fazer um estudo do que pode ser realizado para se ter um sorriso mais harmônico. Fazemos um mockup (prova) pré-tratamento, avaliando fonética, estética e função. Dentre os materiais, cada caso pede uma indicação e podemos usar resinas ou cerâmicas com excelentes resultados.
"Mas doutora, e essa gengiva inchada, sangrando e sensível?" Ela também tem solução! O tratamento gengival pode ser bem simples, com remoção da placa bacteriana (massinha esbranquiçada) ou do tártaro (massa dura, que não sai na escovação). Em caso de dentes tortos ou apinhados (em cima do outro), a melhor correção é a ortodontia. E, apesar de ser um tratamento mais demorado, não precisa esperar o próximo ano para iniciar o tratamento! Quanto mais tempo deixar passar, mais complicado pode ficar a correção. Se sua meta para esse ano era "endireitar" os dentes, aproveite que o ano ainda não acabou.

Quanto às outras coisas que podem incomodar a sua estética, a mastigação, o seu hálito e sua qualidade de vida, lembre-se que estão em suas mãos e nas mãos de nós dentistas, que queremos te ver sorrindo sempre, não apenas para o Papai Noel, mas em todos os seus dias.

O sorriso aproxima as pessoas. No final de ano, mais ainda! Então, não vamos deixar para amanhã o que nos incomoda hoje, muito menos só para o próximo ano!

*Karyne Magalhães é cirurgiã-dentista, habilitada em Halitose e Laserterapia, vice-presidente da Associação Brasileira de Halitose (Abha) e membro da Associação Brasileira de Odontologia (ABO-GO)