Tanta coisa acontece na nossa boca quando estamos estressados, angustiados, depressivos e ansiosos que, quando percebemos, estamos com alguma parte da boca ferida, a musculatura dolorida, dentes abalados e, muitas vezes, impossibilitados até mesmo de comer. Sem querer, tanto durante o período diurno ou noturno, em situações máximas de estresse, às vezes apertamos ou rangemos dentes, o que pode ocasionar a perda de estruturas dentais, problemas periodontais, Disfunção da Articulação Temporomandibular, bochechas mordidas, língua crenada (marcada) ou até mesmo feridas extensas pela boca.

Outra doença muito comum é o herpes simples, popularmente conhecido como cobreiro, que são aquelas bolinhas de água. Começam com um ardor, coceira e terminam como uma ferida horrorosa em alguma parte do lábio, podendo se estender para nariz, região perioral e pescoço. O estado imunológico baixo também leva a uma doença oportunista chamada de candidíase bucal, que normalmente não apresenta sintomas, mas que precisa ser tratada, por se tratar de fungos que podem chegar a acometer a via gástrica. A baixa salivação e o mau hálito também podem ser resultado desses processos mencionados. E quem quer ter mau hálito?

Pessoas que têm uma vida equilibrada, sem essas cargas diárias de ansiedade e estresse, e que conseguem manter uma vida mais saudável, apresentam menos doenças bucais. Já aquelas em que esses processos chegam ao extremo, algum sinal "ruim" pode estar bem evidente na saúde da boca. Sabe-se que o câncer pode estar relacionado a essa "falta" de saúde física e mental. O que fazer para termos uma vida melhor? Isso não é nada mais que uma receitinha de bolo:

Positividade. Faça atividades e trabalhe com o que você gosta. Ame-se em primeiro lugar, leve a vida o mais leve possível, tenha momentos de descanso, reflexão, tire férias, faça coisas simples que lhe dê prazer e alimente-se de forma saudável. Também pratique sua atividade física preferida (pode ser que você ainda não tenha, mas aconselho a procurar), durma o que seu corpo pedir, mas não perca tanto tempo dormindo, a vida é uma só e ela passa ligeiro, como um piscar de olhos. Então, viva, faça sempre seu checkup médico e odontológico. Garanto que, assim, além de se tornar uma pessoa mais linda e feliz, você dificilmente vai apresentar alguma doença na boca e, com certeza, não irá expor seu organismo às diferentes medicações, que nem sempre funcionam como esperado.

*Karyne Magalhães é cirurgiã-dentista, habilitada em Halitose e Laserterapia, vice-presidente da Associação Brasileira de Halitose (Abha) e membro da Associação Brasileira de Odontologia (ABO-GO)