A sensibilidade dental é um desconforto que pode ser transitório ou constante. Quem tem esse problema, criança ou adulto, normalmente se queixa de dor até mesmo ao tomar água em temperatura ambiente. Isso quer dizer que o incômodo causado pela sensibilidade nem sempre é estimulado por algo ácido, químico, com baixas ou elevadas temperaturas.

E não existe uma única causa para a sensibilidade dental. Elas vão desde a perda da estrutura dental, causada pelo bruxismo, fratura acidental de parte do dente até a corrosão ácida na ingestão exacerbada de alimentos cítricos, o que reduz a camada de esmalte dental. Doenças periodontais (gengivais), que expõem as raízes dos dentes, também podem ser as causas. 

Para o tratamento é importante identificar o que está originando o problema. Afinal, se a causa não for solucionada, o tratamento servirá apenas como algo paliativo, para alívio da dor. A sensibilidade dental pode ser tratada com agentes neurais e obliterantes, laser, restaurações dentais e, ainda, com enxertos gengivais. Cada situação pede um tipo de tratamento. 

Entretanto, os agentes utilizados em consultório odontológico e a laserterapia apresentam excelentes resultados em um curto espaço de tempo, principalmente para aquelas pessoas que mal conseguem tomar água ou escovar os dentes. Após o problema de sensibilidade ser estabilizado, o cirurgião-dentista tratará a causa e lhe dirá como será a manutenção da sua saúde bucal.

De qualquer forma, se você tem sensibilidade, evite cremes dentais abrasivos ou que prometem clarear os dentes. Evite também a ingestão de refrigerantes, isotônicos, alimentos cítricos em excesso e bebidas ácidas (café, chá, vinho). Além disso, procure não realizar um clareamento dental sem tratamento prévio para a sensibilidade e espere pelo menos 30 minutos após a refeição para escovar seus dentes.

Se você tem sensibilidade dental, procure um cirurgião-dentista. Posso garantir que o tratamento para o seu problema não está na prateleira de uma farmácia.

*Karyne Magalhães é cirurgiã-dentista, habilitada em Laserterapia e qualificada no tratamento da Halitose, vice-presidente da Associação Brasileira de Halitose (Abha), membro da Associação Brasileira de Odontologia (ABO-GO) e membro da Sociedade Brasileira de toxina botulínica e implantes faciais (SBTI). Acesse karynemagalhaes.com.br e botoxgoiania.com.br.

Os comentários publicados aqui não representam a opinião da plataforma e são de total responsabilidade de seus autores.