Uma pessoa leiga na área, quero dizer, aquela que não é dentista e não entende os termos técnicos, mas quer dentes brancos pede, aparentemente, para ter "dentes de artistas". Para quem não entende, o processo parece ser simples, mas infelizmente não é.

Há, inclusive, profissionais que consideram o processo "dentes de artistas" como reversível. Mas há controvérsias! Uma vez instaladas as cerâmicas, aquele dente precisará passar por algum processo restaurador durante toda a vida. Não existe, ainda, um material odontológico que perdure por toda a vida, se nem mesmo nós perduramos. 

Tudo um dia morre. Então essas cerâmicas que são feitas hoje, daqui a algum tempo precisarão ser refeitas, isso mesmo se fossem de outro material também. Não que eu seja contra, mas o bom senso precisa existir. Trocar dentes naturais por dentes de "mentira" não está com nada!

Sobre o leigo querer fazer essa troca desnecessária, eu até entendo, mas para os meus colegas, não. Nós sabemos que uma vez perdida a estrutura dental, nunca mais ela se recuperará. Concordo plenamente com os tratamentos estéticos, mas estou em desacordo com os sobre-tratamentos, ou seja, tratamentos desnecessários. A vaidade é necessária, precisa existir, mas tomemos conta para não exagerarmos e ficarmos artificiais demais. Os sorrisos que estão por aí parecem ter uma determinada "assinatura" e as pessoas estão ficando com os sorrisos iguais.

Tome cuidado! Não existe nada mais belo que um sorriso. E não necessariamente existe razão para que ele precise ser tão simétrico ou do tipo "branco azulado".

Eu, por exemplo, prefiro dentes naturais, prefiro dentes um pouquinho girados do que as "teclas de piano". Não somos perfeitos, tão pouco simétricos.
Um conselho: sempre que for optar por qualquer procedimento estético, seja ele na odontologia ou na medicina, pergunte quais os benéficos e malefícios desse tratamento. Lembrando que não apenas lábios e dentes são fundamentais para que sua aparência seja atraente. Olhos sinceros, paz, alegria e segurança formam um conjunto único e exclusivo, capaz de diferenciar as pessoas. Sorrir é uma questão de estado de espírito, não é por menos que muitos consideram o sorriso como a curva mais bonita do corpo.

*Karyne Magalhães é cirurgiã-dentista, habilitada em Halitose e Laserterapia, vice-presidente da Associação Brasileira de Halitose (Abha) e membro da Associação Brasileira de Odontologia (ABO-GO)