Eu sei que estar com algo entre os dentes incomoda e nos deixa muito irritados. A língua insiste em tentar tirar o alimento que está ali, irritando a gengiva, e que nos dá a sensação de estar afastando um dente do outro. Que sensação desagradável! E aí entra um artifício comum, presente em muitas mesas de restaurante e que parece, a princípio, inofensivo: o palito de madeira.

As pessoas de mais idade são as que mais usam os chamados "palitos de dente", habituadas a usar o instrumento após as principais refeições e ainda ficar brincando com ele no canto da boca. Tem gente que acha, inclusive, uma coisa "fina" palitar e ainda coloca a mão sobre a boca, como se estivesse escondendo algo.

Mas além de ser muito deselegante usar o palito, saiba que ele pode ferir a boca, provocando pequenos sangramentos, risco de quebrar e ficar entre a gengiva sem que você perceba ou até mesmo de ser broncoaspirado, quer dizer, descer pelo "buraco" errado e ir parar nos seus pulmões.


Ah, e se fosse só o palito...  É tanta coisa que as pessoas usam para se livrarem do pedaço de carne que incomoda. A lista de coisas vai desde sacos de supermercado, até cabelo, plásticos de sacos de arroz, o próprio dedo e perigosos objetos pontiagudos - um perigo!

O mais correto, sem sombra de dúvidas, são as fitas ou fio dentais, preferentemente de boa qualidade. Usado por três vezes ao dia, são suficientes para evitar as doenças da gengiva, cárie e o mau hálito. Sobre passar o fio dental antes ou após a escovação, não existe um consenso. O importante é usar. Para quem sofre com essas retenções de alimentos entre os dentes, que chamamos de impacção alimentar, recomendamos manter dentro da bolsa um kit de higiene bucal, com escova, creme ou gel e o fio dental.

E, por favor, sigam a orientação do seu dentista. Usem o que ele recomenda para sua higienização. Nada de ficar inventando escovar os dentes com bicarbonato, fumo, sabão, sabonete, água oxigenada ou cúrcuma (açafrão). As indústrias investem muito tempo e dinheiro até colocarem um produto no mercado, com autorização da Anvisa. Se soubéssemos os riscos que corremos com essas receitinhas mágicas que percorrem a internet, não nos atreveríamos nem a ler tamanhas bobagens. 

Na dúvida, procure o dentista e opte por produtos de boa procedência. Use o palito só mesmo para petiscar!

*Karyne Magalhães é cirurgiã-dentista, habilitada em Halitose e Laserterapia, vice-presidente da Associação Brasileira de Halitose (Abha) e membro da Associação Brasileira de Odontologia (ABO-GO).