Pode ser que você demore a perceber, mas todos os dias acontecem alterações na sua pele, no seu cabelo e até nos dentes, tecido muito resistente. Afinal, o processo de envelhecimento chega para todos. Mas é importante ressaltar que existem hábitos que podem e devem ser evitados para impedir o envelhecimento precoce, incluindo a perda antecipada do esmalte e outras estruturas dentais. 

A corrosão dental, antes chamada de erosão dental, é o desgaste ou perda da estrutura dental. Com o passar do tempo, o esmalte dental vai afinando e deixando transparecer a cor da dentina que fica debaixo do esmalte. Vemos então um dente com tonalidade um pouco mais escurecida por termos perdido a camada "vítrea" de proteção. 

Mas a corrosão também pode ser causada por produtos e alimentos ácidos e/ou cítricos, levando a redução do comprimento e da espessura do dente. Isso, muitas vezes, resulta na sensibilidade dental. Mas quais alimentos evitar a ingestão excessiva? Alimentos cítricos corroboram com a perda. Dentre eles estão o café, o vinho, limão, refrigerantes, isotônicos e laranja. A moda de "alcalinização" sanguínea com a ingestão de limões com água em jejum, por exemplo, tem sido um grande contribuidor da corrosão dental. Claro que o excesso de café também tem culpa, mas ainda assim o limão continua sendo o vilão. 

Além disso, escovar os dentes logo após as refeições também pode causar corrosão e, consequentemente, sensibilidade. O recomendado é esperar, pelo menos, vinte minutos. Isso porque quando comemos, o pH da nossa boca cai bastante. Sendo assim, há uma desmineralização da estrutura dental. De vinte a trinta minutos após nos alimentarmos, o reequilíbrio acontece, retomando ao pH inicial e devolvendo a remineralização do dente. Então, se pudermos esperar o tempo recomendado, evitamos um maior desgaste, que poderia ser provocado pelo atrito das cerdas da escova de dentes somado ao creme dental. 

Falando em creme dental, algumas marcas e linhas devem ser evitadas. Tenha em mente que todos aqueles produtos que prometem muito, podem entregar pouco ou tirar bastante. Fique atenta! Promessas de clareamento dental e dentes limpos por “zilhões” de horas normalmente tem um ingredientizinho a mais. Então, procure usar apenas o creme dental que o seu cirurgião-dentista te recomendar. E quando o assunto for clareamento dos dentes, definitivamente não siga receitas e dicas da internet. Clareamento só deve ser realizado com a orientação e supervisão profissional. 

E em tempos de dentes ultrabrancos, é importante ressaltar que a maior "corrosão" dental é trocar o esmalte dental por laminados cerâmicos, as chamadas lentes de contato dental. Há indicações e contraindicações para se fazer uma reabilitação com cerâmicas. Não é errado optar por esse tratamento, desde que você realmente precise mudar o seu sorriso.

Proteção contra a corrosão 

Você sabia que é a saliva quem protege os dentes contra a corrosão ácida. É essa substância também que nos protege contra várias doenças. A saliva tem função primordial para reequilibrar o pH, manter a homeostase bucal, proteger contra microrganismos e ajudar na sensação de conforto durante a deglutição e a fala. Sendo assim, a falta de saliva deixa os dentes e a toda a boca desprotegida.

*Karyne Magalhães é cirurgiã-dentista, habilitada em Laserterapia e qualificada no tratamento da Halitose, vice-presidente da Associação Brasileira de Halitose (Abha), membro da Associação Brasileira de Odontologia (ABO-GO) e membro da Sociedade Brasileira de toxina botulínica e implantes faciais (SBTI). Acesse karynemagalhaes.com.br e botoxgoiania.com.br.

Os comentários publicados aqui não representam a opinião da plataforma e são de total responsabilidade de seus autores.