Se você é de Goiás, com certeza já ouviu falar bastante sobre águas termais. Segundo a sua definição mais técnica, essas águas são aquelas que saem diretamente da fonte em temperaturas mais elevadas, normalmente um pouco acima da média do corpo humano. Elas costumam ser aquecidas por duas formas naturais: em regiões vulcânicas, a água é aquecida por conta do magma e das pedras próximas aos vulcões. É preciso tomar certo cuidado com esse aquecimento, pois se ele for muito grande, a temperatura pode chegar a 100°C.

Contudo, no Brasil, não existem águas termais aquecidas dessa forma. Aqui, o aquecimento ocorre por conta do gradiente geotérmico. Esse termo indica um aumento pela profundidade. Normalmente, a cada 33 metros de profundidade, a temperatura da água sobe um grau. O processo envolve as águas das chuvas, que se infiltram no solo, e vão alcançando uma profundidade cada vez maior. Assim, elas se aquecem e retornam à superfície por conta do aumento de pressão que a água sofre, resultando no fenômeno das fontes termais.

Todo esse processo confere às águas termais características muito interessantes. A temperatura é a mais evidente e muito benéfica. Banhar-se em uma água quente é um momento relaxante, já que a água ativa a circulação sanguínea. Isso significa mais oxigênio para o corpo e diminuição de dores. Além da temperatura, a jornada dessas águas nas profundidades da terra faz com que ela traga consigo minerais e substâncias únicas, que são benéficas para o corpo humano, promovendo uma maior hidratação, por exemplo.

Dermocosmético

Os benefícios das águas termais são tanto que a indústria de cosméticos francesa resolveu usar as águas subterrâneas originais das estações termais do país para criar um dermocosmético. O produto, claro, logo se tornou o queridinho daquelas que amam uma rotina de cuidados com a pele. 

A água termal tem propriedades calmantes, hidratante e antioxidantes, devido à sua alta concentração em sais minerais e oligoelementos. O dermocosmético possui ação antioxidante, protegendo as células dos radicais livres; acalma a pele após procedimentos dermatológicos, refresca a derme durante exercícios, alivia o incômodo do pós-barba e pós-depilação, ameniza a sensação de queimaduras solares e suaviza irritações e coceiras”, garante a dermatologista Alessandra Serquiz.

Segundo a especialista, o produto deve ser usado ao longo do dia. “Borrife a água termal a qualquer hora do dia sobre a pele do rosto ou corpo, a 15 centímetros de distância, e deixe a água ser absorvida naturalmente pela pele por cerca de dois ou três minutos. Pode ainda ser utilizada nos cabelos para hidratação, após a lavagem do couro cabeludo.”

Para incluir a água termal na rotina de cuidados com a pele, o ideal é utilizar o dermocosmético após a limpeza da face e antes de iniciar a rotina dermatológica. “Faça isso para acalmar e hidratar a pele. Mas nada impede de reaplicá-la ao longo do dia. Só precisamos estar atentos para não estragar a maquiagem. Uma boa dica é deixar a água termal na geladeira e aplicar geladinha. Fica uma delícia”, sugere. 

Termais na natureza 

Quando se fala em fontes de águas termais, o estado de Goiás é referência no assunto. Afinal, é no estado se encontram fontes termais cujas águas quentes tem temperatura média de 37,5º C. Que tal aproveitar essa maravilha da natureza? Selecionamos cinco destinos para você.

Caldas Novas: sem dúvida, Caldas Novas é a cidade mais famosa do Brasil por suas águas quentes. No município que está localizada uma das maiores estâncias hidrotermais do mundo. Não é à toa que a cidade se tornou um polo turístico de Goiás. Afinal, ela conta com inúmeras fontes de águas quentes, além de inúmeros hotéis, resorts e o Parque Estadual da Serra de Caldas Novas.

Rio Quente: assim como Caldas Novas, a cidade de Rio Quente é uma das mais reconhecidas quando o assunto é fontes termais. Ela abriga o único rio de águas quentes do mundo, com temperatura que vai de 26º C a 47º C. Quem descobriu essa riqueza no centro do Brasil foi um bandeirante chamado Bartolomeu Bueno Filho, em 1722.

Lagoa Santa: Lagoa Santa é uma cidade reconhecida pela enorme lagoa natural de águas termais cristalinas. Cercada por uma vegetação incrível, as águas da lagoa têm temperatura média de 31º C. É possível relaxar na lagoa ou desfrutar de nascentes e outras fontes termais na região.

Aragarças: a 22 quilômetros da cidade de Aragarças está o Complexo Thermas Água Santa, as margens do Rio Araguaia. Mas, além disso, ela abriga também nascentes de água termal aflorando naturalmente a 39º C com propriedades mineral e medicinal. Possui na sua composição química 0,18 mg/L de Fluoreto e a rara presença de 0,012 mg/L de Lítio, elemento químico natural que traz vários benefícios às funções ósseas e cerebrais.

Chapada dos Veadeiros: a Chapada dos Veadeiros está localizada no município de Alto Paraíso. Muito conhecida pelo Parque Nacional, uma enorme área de preservação ambiental, com dezenas de cachoeiras, paredões de pedra e rios de águas cristalinas, lá também que se encontram duas piscinas de águas naturalmente quentes. Elas são denominadas Éden e Morro Vermelho. As águas dessas fontes termais chegam à temperatura de 30º C.