É claro que momentos pontuais não têm a capacidade de nos tornar menos saudáveis ou influenciar de forma significativa os processos de perda de peso ou de ganho de massa muscular, às vezes conquistados com muito esforço. É o equilíbrio na rotina durante todo o ano que vai determinar esses fatores.

Mas as festas de confraternização, o Natal e réveillon são um verdadeiro convite ao exagero. É por isso que, apesar de tradicionalmente as ceias contarem com pratos mais calóricos, o ideal é buscar alternativas mais leves e também saborosas. “É sempre possível preparar uma ceia de baixa caloria. Podemos montar uma ceia com muitos legumes, frutas e proteínas”, garante a chef Ana Laura Guedes.

Utilizar especiarias para reduzir o uso do sal, cozinhar com alimentos naturais e substituir o açúcar no preparo das sobremesas são dicas práticas e que podem levar mais nutrição para os pratos de final de ano. “Além disso, dezembro é uma ótima época para consumir frutas tropicais, como manga, maracujá, uvas e figos. E também para legumes como vagem, abobrinha e cogumelos. Com essa variedade, já é possível fazer uma ceia incrível e supersaudável.”

Estou de dieta. Como mantê-la durante as festas?

Quem passou o ano inteiro focado, não quer correr o risco de colocar tudo a perder no final do ano. E oportunidades para “chutar o balde” não faltam. Mas é possível aproveitar os bons momentos sem prejudicar o shape. É o que garante a estrategista de emagrecimento Mariane de Chiara. Confira as dicas da especialista.

Final de semana e festas

Comer de maneira regrada durante a semana e soltar totalmente as rédeas no fim de semana ou durante uma festa é um processo ineficiente. O que se “economizou” na semana, é “compensado” no final de semana. “A atenção com a alimentação deve estar presente todos os dias da semana, independentemente da ocasião.”

O cuidado na mesa

Enquanto conversam e se divertem, as pessoas não prestam atenção no que comem e, com isso, acabam ingerindo um grande volume de alimentos calóricos sem perceber. Se a ideia é petiscar, vale a pena investir em opções saudáveis como tomatinhos e espetinhos de frutas. Se não tiver vegetais e frutas, opte por porções de proteína, como espetinho de carne ou frango, e fuja das porções fritas”, diz.

Refeições ao longo do dia

Para aliviar o peso na consciência, as pessoas costumam passar um longo período do dia sem ingerir alimento, para depois “aproveitar tudo a que têm direito” nas confraternizações. Essa prática acaba contribuindo para o ganho de calorias em excesso. O correto é fazer refeições durante o dia e ingerir alguma opção leve antes da festa, como uma barrinha de cereal, uma fruta ou até mesmo um shake. Assim, a pessoa chega para a confraternização mais satisfeita e poderá controlar melhor seus impulsos.”

Bebidas alcoólicas

Confraternizações de fim de ano costumam ter variadas opções de bebidas alcoólicas e é nesses momentos que o cuidado deve ser redobrado. Preste atenção no tipo de bebida e na quantidade ingerida. “Cervejas e vinhos costumam ter de 110 a 200 calorias por taça/copo. Bebidas como gim e saquê são compostas de 50 a 60 calorias por dose. Não é necessário contar calorias; porém, fazer escolhas inteligentes é importante para se manter na linha”, explica Mariane.

A consciência das escolhas

Não há necessidade de manter uma dieta rígida desde que ocorra um planejamento na alimentação. “Pode-se comer de tudo, desde que haja consciência e inteligência nas escolhas. Respeite seu corpo e coma o suficiente para se satisfazer, sem exageros. Pode comer sobremesa? Sim, mas escolha um pequeno pedaço de uma das opções.”

Exagerei, e agora?

As pessoas costumam desistir do processo da dieta após um deslize na alimentação, mas o importante é superar o escorregão. “O que tende a acontecer é ocorrer deslizes grandes e sequenciais. Exagerou hoje? Tudo bem. Respire e siga em frente. Geralmente, pessoas que passaram por processos adequados de reeducação alimentar nem toleram mais exageros,” conta.

E depois da festa...

Para evitar a famosa sensação de peso no estômago pós-ceia, coma uma fruta cítrica ou aposte em um chá verde, de capim-limão ou erva-cidreira, que têm propriedades digestivas.

Receitinhas

Para manter o equilíbrio e aproveitar as refeições com moderação, a nutricionista Thaís de Brito sugere duas opções de receitas.

Lombo com abacaxi assado

Ingredientes

1 lombo de porco;
3 xícaras (chá) de legumes variados;
1 abacaxi médio;
Suco de 1 limão;
2 colheres (sopa) de manteiga;
3 colheres (sopa) de salsinha;
Folhas de louro a gosto.
Sal a gosto.

Preparo

Primeiro faça alguns corte no lombo para que possam ser colocadas as fatias de abacaxi. Não corte até o final, deixe 1 a 2 cm. Em um recipiente misture o suco do limão, as folhas de louro e o sal. Limpe o abacaxi e corte em fatias. Depois passe o tempero no lombo inteiro e coloque as fatias de abacaxi nas aberturas do lombo. Unte uma forma, coloque o lombo e despeje o restante de tempero sobre o lombo. Cubra com papel alumínio e asse em forno preaquecido por cerca de 40 minutos. Depois retire o papel e deixe dourar. Em seguida, coloque o lombo em uma travessa. Cozinhe os legumes separadamente, refogue na manteiga e decore sua travessa com o lombo. Salpique salsinha e sirva em seguida.

Sublime de legumes e camarão

Ingredientes

1/2 xícara (chá) de azeitonas sem caroço cortadas em rodelas
1/2 vidro de pepino em conserva cortado em cubinhos
1 lata de milho verde
1 xícara de ervilha
300 g de camarão médio aferventado
1 vidro de palmito cortado em meia-lua
4 cenouras raladas grossas
1 xícara (chá) de abacaxi cortado em cubos

Para o creme

1 copo (200 ml) de kefir
1 copo (200 ml) de iogurte desnatado
Sal e cheiro verde a gosto

Modo de preparo:

Junte todos os ingredientes em uma saladeira e bom apetite.

Hora do doce

Quem não abre mão da sobremesa, pode contar com opções menos calóricas e nem por isso com menos sabor. A sugestão é da chef Ana Luara Guedes

Bolo de banana com uva passas

Ingredientes

6 bananas nanicas bem maduras
3 ovos em temperatura ambiente
1 pitada de sal
1 colher (café) de essência de baunilha
1 xícara (chá) de açúcar mascavo
3 colheres (sopa) de óleo de coco ou girassol
1,5 xícara (chá) de farinha de arroz ou farinha de rosca sem glúten
1,5 xícara (chá) de leite de coco
1 colher (sopa) de canela em pó
1 colher (chá) de cravo em pó
1 colher (chá) de cardamomo em pó
1/2 xícara (chá) de uvas-passas
1/2 xícara (chá) de castanha-do-pará cortada grosseiramente
1 colher (sopa) de fermento em pó

Modo de preparo:

Amasse as bananas grosseiramente com um garfo e reserve. Bata as claras com o sal e, um pouco antes de atingir o ponto de neve, acrescente a baunilha. Continue batendo até que as claras fiquem firmes e reserve. Em outra tigela, bata as gemas com o açúcar e, sem parar de bater, adicione o óleo, a farinha de arroz, o leite de coco, a canela, o cravo e o cardamomo. Misture a banana, a uva-passa, a castanha-do-pará e, por último, as claras em neve e o fermento. Mexa delicadamente para a massa ficar aerada. Asse em forno preaquecido a 180 graus por cerca de 30 minutos (ou faça o teste do palito).