Para quem deseja ter mais saúde e um corpo em forma, o ideal é apostar em exercícios que realmente fazem a diferença. Quem faz essa afirmação é o instrutor Giuliano Cangiani. A seguir, o profissional elenca cinco exercícios rápidos que estimulam a musculatura do corpo todo.

“O objetivo desse treino de HITT é manter o batimento cardíaco elevado, otimizando a queima de calorias. A ideia também é realizar o efeito EPOC, quando o organismo continua queimando calorias mesmo após a execução da atividade por conta da alta intensidade”. Confira:

Squat ou agachamento

De acordo com Cangiani, o exercício é muito eficaz para trabalhar os membros inferiores, especialmente coxas e bumbum. “É importante ter atenção na execução: pés alinhados com os ombros, tronco reto ao agachar, sempre olhando para a frente, mantendo o peso nos calcanhares e sem deixar que os joelhos ultrapassem a linha do pé”.

Lunge ou avanço

Também é focado nos membros inferiores. É um exercício intensivo para quadríceps, gémeos, glúteos e bíceps femorais. Nesse movimento, um dos erros mais comuns é quando o aluno leva o joelho à frente do pé, curva a coluna e traz o joelho para dentro.

Plank ou Prancha

Esse exercício é focado na concentração de força isométrica – sem movimentos – que envolve manter-se em uma posição por um período de tempo. É considerado um dos melhores aliados para quem deseja definir o abdômen, por exemplo. “É importante sempre ter em mente que, durante a execução, o esforço deve estar totalmente concentrado nessa região abdominal”, ressalta o especialista.

Pushup ou flexão de braços

Nada mais é de que o simples movimento de se empurrar do chão. É um exercício muito bom, pois trabalha toda a parte superior – braços, peito e ombros – e a musculatura do abdômen.

Jumping Jacks ou polichinelos

Os polichinelos são importantes para aquecer o corpo. “Muitos costumam subestimar a capacidade desse exercício e o relacionam a uma atividade puramente aeróbica. Mas os polichinelos aumentam a frequência cardíaca e fazem os músculos trabalharem bastante”, acrescenta o profissional.